A Boeing anunciou nesta quinta-feira (16) que a atualização do sistema de estabilização MCAS de seu modelo 737 MAX, relacionado com os acidentes das companhias aéreas Lion Air e Ethiopian Airlines que deixaram 346 mortos, assim como as mudanças requeridas na formação de pilotos, estão prontas.

“Completamos todos os voos de teste de engenharia para a atualização do software e agora nos preparamos para o voo de certificação final”, declarou o presidente da companhia, Dennis Muilenburg, em comunicado.

A Concursos Empregos agradece a sua visita!

Fonte: Exame Abril

Avaliar este post
Veja também:  Moody’s ameaça reduzir nota da Engie por plano francês de privatização